Profissional

5 hábitos que podem tornar você mais resiliente no trabalho

Veja a seguir 5 atitudes que podem facilitar o desenvolvimento da competência, que já foi considerada uma das mais críticas para o executivo da primeira metade do século 21:

1. Valorize o contato com outras pessoas
Por mais que você se esforce, é impossível separar a sua identidade profissional da pessoal. O bem-estar emocional de um indivíduo no trabalho depende diretamente do estado dos seus relacionamentos familiares, amorosos e sociais.

Por isso, diz o professor Neill, é fundamental aprofundar laços afetivos para se fortalecer emocionalmente e aumentar a sua resiliência. “Troque ideias com um estranho, recupere o contato com um velho amigo ou familiar”, recomenda. A ideia é buscar conexões humanas significativas todos os dias.

2. Tenha sempre um plano B
De acordo com Pontes, grande parte da ansiedade diante das situações profissionais vem do fato de que não sabemos o que pode acontecer a seguir. Munido de um olhar estratégico e preventivo sobre os problemas, você pode ter mais facilidade para enfrentá-los.

O que você faria se perdesse o emprego amanhã? Visualizar possíveis soluções para eventuais imprevistos é uma boa ideia, desde que não beire a paranoia. “O bom de ter sempre um plano B é recuperar a sensação de ter algum controle”, afirma a coach. “Ainda que a solução seja desagradável, ela é melhor do que a perspectiva de mergulhar em algo desconhecido”.

3. Peça ajuda (e ajude os outros)
Neill recomenda que, todo dia, você solicite um pequeno auxílio a um colega de trabalho — mesmo que não precise realmente de ajuda. “Fazer isso alimenta uma convicção profunda de que os outros estarão ao seu lado quando você precisar”, explica o professor.

Também é importante retribuir, completa Pontes. A sensação de ser útil para os outros traz muita gratificação para o cérebro, em termos neuroquímicos, além de ampliar a sua visão sobre a diversidade dos problemas do mundo. Quando você reconhece que o outro também tem carências e necessidades, afirma a coach, fica mais fácil lidar com as suas próprias lacunas.

4. Divirta-se
Pessoas resilientes são leves como bolinhas de tênis: em síntese, elas costumam não se levar a sério demais. A capacidade de rir de si mesmo é o grande segredo para superar os problemas com mais facilidade, diz Neill.

Pelo mesmo motivo, é fundamental preservar algum tempo da sua rotina para os seus hobbies. Dedicar-se regularmente a algo que não tem nada a ver com a sua profissão garante prazer, distração e um salto de autoestima. “Escolha qualquer assunto, da história grega ao kung fu, e se torne excelente nesse tema”, recomenda o professor da IESE Business School.

5. Seja grato
Independentemente da sua religião (ou falta dela), é interessante reservar alguns momentos do dia para um exercício de introspecção. “Lembre-se do seus sonhos, pense naquilo que inspira você”, orienta Neill. “Reserve um tempo para viver o seu mundo interior”.

A resiliência depende diretamente da capacidade de enxergar o lado bom do mundo, uma visão ligada à prática da gratidão. “Reconheça a imensa sorte de ser capaz de sentir o cheiro do mar, de ver um quadro bonito, de conviver com pessoas queridas”, diz Pontes. Quando você se torna grato pelos aspectos positivos da sua vida, nenhuma situação do trabalho —  por pior que pareça —  pode ser realmente uma catástrofe.

Fonte: http://exame.abril.com.br/carreira

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *